Consultoria para o estudo de base sobre os benefícios sócio-económicos da pesca artesanal de atum

O principal objectivo desta avaliação é fornecer informações básicas sobre questões sócio-económicas em torno da pesca artesanal do atum em Moçambique.

O atum é uma das espécies marinhas mais comercializados globalmente e consumidas. Devido à elevada demanda de atum e espécies afins, a pesca está a enfrentar enormes desafios, no que diz respeito à sua exploração sustentável em todo o mundo. O bluefin, por exemplo, está perto da extinção, enquanto o albacora, no Oceano Índico, está sobreexplorada e o bigeye e o yellowfin se aproximam dos níveis máximos de exploração. A captura do atum no Oceano Índico é, em média, superior a um milhão de toneladas/ano, correspondendo a aproximadamente 3-4 mil milhões de euros por ano. A região do Oceano Índico Ocidental (WIO) é responsável por 70-80% da captura do Atum do Oceano Índico, e cerca de 20% da produção global. A pesca do atum pode desempenhar um papel importante nas economias nacionais e no desenvolvimento do litoral e ilhas dos países da WIO, bem na segurança alimentar da sua população, no entanto, esse potencial não tem sido maximizado.

Está relatado que a pesca artesanal marinha contribui em mais de 80% para a pescaria de Moçambique em meio marinho, a ser utilizado como alimento ou fonte de rendimento para as comunidades pesqueiras. Contudo, não há informação adequada sobre a quanto desta pescaria corresponde o atum. Esta falta de informação sobre a pesca artesanal do atum dificulta o desenvolvimento de uma gestão adequada e opções de desenvolvimento para maximizar os benefícios sócio-económicos para os Estados costeiros.

O principal objectivo desta avaliação que se encontra a ser realizada pela Biodinâmica para a WWF Moçambique é fornecer informações básicas sobre questões sócio-económicas em torno da pesca artesanal do atum em Moçambique. A informação gerada será utilizada para informar os decisores políticos, a fim de ajudar a promover o uso sustentável, gestão e desenvolvimento da pesca do atum artesanal nesta região do Índico.

WWF Mozambique
Julho 22, 2013
Avenida Kenneth Kaunda, Maputo, Moçambique
[map lat=”-25.956333095632033″ lng=”32.595360492590316″ zoom=”11″]