Recifes de coral: deslumbrantes!

Os recifes de coral são ecossistemas submarinos diversificados e alguns dos mais espectaculares ocorrem em Moçambique. Saiba mais sobre este ecossistema que enfrenta grandes ameaças.

Os recifes de coral são constituídos por colónias de animais minúsculos encontrados nas águas marinhas que contêm poucos nutrientes. A maioria dos recifes de coral são constituídos a partir de corais duros, os quais, por sua vez consistem em pólipos que se aglomeram em grupos. Os pólipos pertencem a um grupo de animais conhecido como Cnidarios, que também inclui anémonas do mar e alforecas. Ao contrário das anémonas, os corais segregam exoesqueletos de carbonato duros que têm como função apoiar e proteger os pólipos de coral. A maioria dos recifes desenvolvem-se melhor em águas mornas, rasas, claras, ensolaradas e agitadas como as que ocorrem em Moçambique.

Actualmente os corais enfrentam grandes ameaças: pressão humana e alterações climáticas. O transplante dos corais é uma opção disponível para os gestores que reabilitam recifes degradados. O transplante pode ser uma opção rentável para os esforços de reabilitação de pequena escala que não desviam recursos de outras prioridades de gestão costeira (por exemplo, a reparação do recife em locais de atracagem de navios onde há financiamento disponível a partir de pagamentos por compensação de danos ambientais). O pré-requisito fundamental para o transplante de coral é que quaisquer impactos antrópicos locais significativos sobre o recife estejam sob alguma forma de gestão eficaz. Caso contrário, existe risco elevado de que os corais transplantados não sobrevivam.

O processo de restauração é simples e não requer um treinamento específico, o que significa que o manuseamento e reconexão dos fragmentos de coral podem ser feitos por mergulhadores recreativos e poderão ser incorporados em actividades educacionais públicas e executado por grupos de voluntários.

O transplante de recife de coral pode ser usado em países como Moçambique onde as indústrias de petróleo e gás estão crescendo. A Biodinâmica presta este tipo de serviço em conjunto com os seus parceiros Creocean e Faculdade de Ciências Naturais da Universidade Lúrio.

Carlos Litulo

Técnico de Biodiversidade