Dia Internacional das Florestas

Para celebrar o Dia Internacional das Florestas damos-lhe a conhecer um tipo de floresta que é muito abundante em África, mais precisamente no Sul de África, a Floresta de Miombo.

A floresta de Miombo é considerado o maior ecossistema seco encontrado no sul do continente africano, ocupando cerca de 2.7 milhões Km². 65% da área de Mozambique é ocupada por este tipo de floresta, encontrando-se a maioria na região norte (Cabo Delgado, Niassa, Nampula e Zambézia) e parte na região centro.

Há diversos tipos de florestas de Miombo reconhecidos, sendo diferenciados consoante a sua estrutura (altura, diâmetro, número de árvores, etc.), à composição de espécies e ao grau de caducidade da floresta. As florestas de Miombo podem ter até cerca de 8500 espécies de plantas, sendo que metade são normalmente endémicas. As espécies dominantes deste tipo de floresta são Branchystegia spp., Julbernardia globiflora e Isoberlinia angolensis.

Geralmente, a fisionomia deste tipo de florestas, é caracterizada por uma cobertura de vegetação densa, com árvores caducas ou semi-caducas, de altura entre os 10 e 30 m quando atingem a maturidade e não se encontram degradadas. Este tipo de florestas são capazes de se desenvolver mesmo em solos pobres.

Para além de serem bastante resilientes, estas florestas têm também um papel crucial para as comunidades rurais, uma vez que mais de 39 milhões de pessoas das comunidades rurais e cerca de 15 milhões de moradores de regiões urbanas obtêm das florestas de miombo inúmeros produtos de subsistência, tais como comida, combustível, materiais de construção, medicamentos e água. Para além destes produtos, estas florestas são ainda fonte de nutrientes e fertilizantes para o solo solo, aquando os fogos sazonais ou após a queda das folhas.

A palavra Miombo vem do Swahili e é o nome da árvore que se encontra mais comummente neste tipo de florestas: Brachystegia.

FONTES:

Environmental and Social Management Framework (ESMF) for (i) the Mozambique Forest Investment Project (MozFIP), (ii) the Dedicated Grant Mechanism to Local Communities (MozDGM) and (iii) REDD+ Initiatives, Final Report, January 2017

Campbell, B. (1996), The Miombo in Transition. Woodlands and Welfare in Africa. CIFOR. Bogor, Indonesia.

Kowero, G. S (2002), Project: B7 -6201/97 -09/VIII/FOR – Management of Miombo woodlands, European Commission & CIFOR.

Natasha Ribeiro, Miombo Woodlands, Apresentação PPT, 2016