Biodinâmica celebrou o Dia da árvore e das Florestas

A Biodinâmica celebrou o Dia da Árvore e das Florestas dando a conhecer um pouco mais o Embondeiro!

Embondeiro, Imbondeiro ou Baobá, são alguns dos nomes comuns dados a uma das espécies de árvores mais emblemáticas de Moçambique. Adansonia digitata, seu nome científico, é usada em África como fonte de alimento, roupa e fins medicinais. Seu fruto conhecido como ulapa, mukua ou fruto do baobá é rico em vitaminas e minerais. As raízes, folhas e flores também são comestíveis. Possui diversas propriedades biológicas, incluindo antimicrobianas, anti-maláricas, anti-diarreicas, anti-anémicas, anti-asmáticas, antivirais, anti-oxidantes, anti-inflamatóricas, entre outras.

É uma árvore que pode atingir os 30m de altura e até 10m de diâmetro. Pode viver por longos períodos, havendo registo de Embondeiros com mais de 1000 anos.

Curiosidades: há uma lenda africana que conta que o embondeiro, por ter inveja das outras árvores, foi castigado pelos deuses e posto de cabeça para baixo: a copa foi enterrada e as raízes ficaram para cima.

Conta-se também que em Pemba existe um embondeiro que serviu de refúgio para as pessoas durante a guerra civil, sendo possível ver no seu interior marcas dessa mesma altura.

No livro “O Principezinho” é descrita como sendo uma árvore que ao espalhar as suas sementes, nunca mais nos livramos dela. E assim esperamos, que continue a dar uma  beleza especial às paisagens de Moçambique.

A Biodinâmica convida-o a partilhar no nosso facebook, fotos desta ou outras espécies que considere emblemáticas!